terça-feira, 23 de agosto de 2011

ESPAGUETTE COM MOLHO A BOLONHESA

 
                                         Para mim, essa é uma das melhores receitas  de molho de tomates e carne bovina que eu faço. É meu molho preferido e é uma receita com base de um prato que comi quando jovem ( nossa !!!! que saudades !!!!) em um restaurante/club que ficava em uma estrada que ligava Jacarépagua com a Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Acho que se chamava Las Vegas. O meu primo carioca, o Sergio Superchi, vai se lembrar e se for outro nome vai me dizer e eu vou corrigir. De toda forma me lembrei desse restaurante porque o Sergio me telefonou ontem. Grande cara esse Sergio !

Podem fazer e voces verão que realmente é diferente e bastante saboroso. O ideal é faze-lo com espaguette tipo 8, de preferencia com massa de grão duro. Nacional já tem Renata e Petibom e importadas, Di Cecco, Barilla e outras...
Atenção para o cozimento da massa pois para que o conjunto fique bom a massa tem que ser cozida  " al dente". Nas embalagens estão as sugestões para os tempos de cozimento. Não economize na agua para o cozimento. Use panela bem grande.
FOTOS: vou ficar devendo as fotos dessa receita. Fica para a proxima vez. Estou inventando um sistema que futuramente vou tentar vender para a Microsoft. Trata-se do Phonetic - Data - Service, ou simplesmente PHO-DA-SE. Já está em fase de teste faltando alguns acertos. Algumas fotos que ilustram essa receita foram obtidas com esse  revolucionário sistema, que, como já mencionei, contem ainda imperfeições no interface entre a fonética e a imagem causando pequenos conflitos de identificação.Voce verão o que eu estou querendo explicar.
Bom vamos lá :
Voce vai precisar de :

1/2 kilo de carne moida ( duas vezes ) preferencialmente patinho mas use a da sua escolha.

2 copos de vinho tinto seco  ( + ou -  500 ml. ). Nunca ! , jamais use vinho com sabor de uva desses tipo São Roque. Tem que ser vinho e não bebida com sabor de suco de uva. Se não for assim por favor não use. Se quiser use vinho branco seco mas tambem não do tipo São Roque. Qualquer vinho Chileno ou Argentino será bom. Nacional tem que ser do tipo Salton.

2 folhas de louro..........ops !!!!!




1 pedaco de canela em pinto , ou melhor , em pau.( Tive que remover duas fotos que no caso são impublicaveis devido a mal identificação do sistema)

1 pedaco de casca de limao (uns três centimetros)

2 xicaras de champignons ( desses em conserva- pode ser inteiro ou já fatiado, opção é sua)

1/2 xicara de cebola bem picada

2 colheres ( de sopa ) bem cheia de manteiga sem sal

1 colher ( chá ) de açucar

2 caixinhas de polpa de tomate ( 700 a 800 grs ) puro- pure, tomatelli etc..Obviamente voce pode usar um molho feito em casa ou outro. Eu mantenho um estoque de latas de tomate pelado e tambem desses vidros de puré, chamado de " passata". Tem umas duas ou três marcas e voce pode encontrar em qualquer supermercado. É um dos melhores para qualquer molho na base de tomates - ( foto abaixo, à direita - dê dois cliques para ampliar) 

Sal e pimenta do reino à gosto

Oleo para fritar ( nunca use oleo de soja pois pode ficar com gosto de lerda ) Nota: escrevi lerda propositadamente pois quando pronunciei o que eu queria dizer o sistema já começou inserir fotos inapropriadas.

Preparo: em uma caçarola grande frite a cebola  em fogo medio por uns tres minutos. Coloque as folhas de louro, um pouco do sal e se quizer um pouco de pimenta do reino ( moida na hora se possivel ).

Use uma colher de pau ( foto censurada) para mexer um pouco e em seguida aumente o fogo ao maximo e comece a fritar a carne.

Nao coloque a carne toda para fritar . Divida a quantidade da carne em 4 a 5 partes pois se voce colocar a carne toda ela vai cozinhar e nao fritar. Espalhe a carne pela caçarola e mexa para fritar por igual e separa-las. Frite até que fique dourada.

Uma vez que a primeira parte ja esteja frita empurre-a para um canto da caçarola e adicione mais uma parte.

Proceda assim ate que toda a carne fique frita. Dê uma misturada geral para homogenizar a carne, coloque os champignons e dê uma boa mexida e deixe fritar por mais uns cinco minutos.

Adicione 1/2 copo do vinho, a casca do limao e a canela.

Mantenha o fogo alto e mexa bem e deixe refogar por uns cinco minutos.

Adicione a polpa de tomate, um copo de vinho tinto, meio copo de agua e só o açucar da colher de acucar.

Reduza o fogo ao minimo e deixe cozinhar por no minimo 30 minutos.

Verifique o sal.( não é para olhar o saleiro ! )

O molho não deve ficar muito concentrado, se necessário coloque mais meio copo de agua.

Quando voce sentir que já está pronto retire a casca do limão, retire o pedaço da canela em pinto, digo, em pau e retire tambem as folhas de louro.

Como ultima etapa coloque o meio copo de vinho restante deixe cozinhar por mais uns tres minutos, apague o fogo e adicione as duas colheres de manteiga. Mexa para incorporar . Está pronto o molho a bolonhesa.

Voce pode preparar o molho de vespera ou até mesmo para congelar mas é muito importante deixar a ultima etapa, a do meio copo de vinho, para o momento de servir. O molho à bolonhesa  é perfeito para um bom espaguete "al dente " mas isso nem precisa de receita não é?

Nao se esqueca que o parmezão, ralado fino e na hora, é o ideal, e que se voce usar um parmezao marca barbante, granulado e seco,  desses que vendem por aí em saquinhos de plastico, o diabo vai jantar com voce. Voce vai engasgar e tossir. Ao tossir sentira uma leve vertigem. Irá se apoiar na mesa de jantar e, sem forças, ira se agarrar na toalha. Sem controle cairás ao chao sem largar da toalha. Copos, talheres, pratos, casticais, a travessa italiana com o espaguette à bolonhesa, fatias de pão italiano, a garrafa do vinho Chianti, enfim,  tudo pelos ares, ou melhor pelo chão...... Ao recobrar o sentido perceberá que sobre a mesa, intacta restou,  apenas a queijeira com aquele parmezão granulado e seco que voce tomou do diabo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentar